Crise hídrica na Chapada Diamantina é debatida durante reunião


A implantação de uma série de políticas públicas para amenizar os efeitos da seca na Chapada Diamantina foram discutidas durante a manhã desta terça-feira (23). A reunião que aconteceu na CERB (Companhia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia), em Salvador, discutiu a revitalização e sustentabilidade da Bacia do Rio Paraguaçu.

Provocado pelo ex-prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso, o encontro contou com a participação do deputado estadual Angelo Almeida (PSB) e representantes de órgãos como CERB, Embasa, INEMA, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Casa Civil. Prefeitos do território também estiveram presentes como João Lúcio (Andaraí), Joyuson Vieira (Utinga), Elter Bastos (Wagner), Marcão (Lençóis) e Marcos da Mota (Lajedinho).

Entre as ações foi apontada a construção de barragens no Rio Utinga. “Nossa seca já dura oito anos e precisamos de ações emergências, mas também a longo prazo. O objetivo dessa reunião é efetivar essas ações e garantir dias melhores para os agricultores familiares e produtores”, afirmou Wilson Cardoso.

As demandas apresentadas pelo coletivo serão encaminhadas ao governador Rui Costa pela Casa Civil. O deputado Angelo Almeida afirmou que vai lutar pela efetivação das ações junto ao governo do estado. “Nós assumimos um compromisso com a Chapada Diamantina. Com isso, nos comprometemos também em atuar para a resolução da crise hídrica que vive a região. Diante de todo sua trajetória de trabalho pela Bahia, tenho certeza que o governador Rui Costa será sensível à causa”, declarou o parlamentar.

+ Não há comentários

Escreva o seu