Angelo Almeida propõe maior contribuição de deputados na área de Segurança Pública


Deputado estadual Angelo Almeida (PSB) propôs que parte dos recursos das emendas impositivas sejam destinadas para área da Segurança Pública. Ele protocolou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Indicação que prevê a criação do Projeto Central de Monitoramento 24 horas em todos os pequenos e médios municípios baianos, com a aquisição de Kits Básicos de Videomonitoramento Eletrônico que funcionarão interligados aos Centros Integrados de Comunicação (CICOM) das 22 cidades-polo do interior. O projeto foi apresentado durante audiência com o secretário de Planejamento, João Leão, e o chefe da Casa Civil, Carlos Mello.

De acordo com o socialista, a implantação do sistema de videomonitoramento nas cidades com até 60 mil habitantes é uma demanda antiga, uma vez que boa parte dos pequenos municípios têm baixo efetivo policial, o que facilita o avanço da criminalidade. “O governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, tem se empenhado no combate as mais diversas modalidades de crimes, a exemplo do roubo a bancos e tráfico de drogas. Muito tem sido feito e o nosso objetivo com este projeto é que o Estado, em parceria com os municípios, possa reforçar as ações de segurança com recursos oriundos das emendas parlamentares”, explicou o deputado.

Com um custo médio de R$130 mil por unidade, os sistemas de videomonitoramento fazem a transmissão remota de imagens para o Centro de Operações de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (COI /SSP) e respectivos CICOMs permitindo o acompanhamento de qualquer prática delituosa em tempo real, além de auxiliar na fiscalização e monitoramento das vias públicas.

+ Não há comentários

Escreva o seu