Simpósio vai debater trajetória do SUS


30 anos do SUS: O que deu e o que não deu certo. Esse é o tema do simpósio que será realizado no dia 30 de novembro, às 15h, pela Fundação Estatal Saúde da Família com o apoio da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia e do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia. O evento acontece em parceria com o mandato do deputado estadual Angelo Almeida (PSB).

“Estamos entrando na terceira década do Sistema Único de Saúde no Brasil e torna-se necessário dialogarmos sobre a sua trajetória com os atores que fazem a saúde pública no nosso país. É de conhecimento de todos que os SUS possui as suas falhas e acertos, precisamos reavaliar e sugerir novas estratégias para que a população tenha acesso a uma saúde verdadeiramente de qualidade”, explicou o deputado.

O ex-Ministro da Saúde, Dr. José Gomes Temporão, está entre os palestrantes do evento. A expectativa é que ele traga para o centro do debate questões polêmicas como a aprovação da PEC 55, que inclui teto para financiamento de políticas públicas, incluindo o setor saúde, o incentivo para criação dos planos de saúde “populares” pelo atual Ministério da Saúde, e a “crônica falta de dinheiro” no SUS. O professor de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia, Dr. Jairnilson Paim, e o Promotor de Justiça membro do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde – CESAU, do Ministério Público da Bahia, Dr. Rogério Luiz de Queiroz, também estão entre os palestrantes convidados. Representantes do Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Secretários Municipais de Saúde, comunidade acadêmica e trabalhadores do SUS, também devem participar do evento.

na programação está previsto ainda o lançamento, pelo Instituto de Saúde Coletiva, da 41a edição, da Revista Saúde em Debate, do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde, além do lançamento de outras publicações. O simpósio acontece no auditório Jorge Calmon, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

+ Não há comentários

Escreva o seu