Angelo solicita descentralização do cadastramento biométrico


Nesta segunda-feira (21), o deputado estadual Angelo Almeida (PSB) solicitou a descentralização do recadastramento biométrico em Feira de Santana. O tema foi debatido com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, José Rotondamo, durante a inauguração do novo cartório do órgão na Estação Pirajá, em Salvador.
O sistema biométrico foi adotado pela Justiça Eleitoral com o objetivo de tornar o processo de votação eletrônico ainda mais seguro. Até 31 de dezembro de 2018, todos os eleitores de 51 cidades baianas devem fazer o recadastramento, incluindo Feira de Santana. Entretanto, dos 401.951 mil eleitores da cidade, apenas 127.930 têm a digital cadastrada.
“Feira de Santana é o segundo maior colégio eleitoral do nosso estado e enquanto 43 municípios já concluíram o procedimento, não conseguimos atingir a marca de 30%. Dialogando com o presidente José Rotondamo defendi a descentralização do serviço”, afirmou o deputado.
De acordo com Angelo, o presidente afirmou já ter conhecimento da demanda e se comprometeu a abrir novo debate com a Prefeitura Municipal nesse sentido. Durante a solenidade, o governador Rui Costa disponibilizou a estrutura da Secretaria de Administração do Estado para contribuir com o aumento nos atendimentos.
“Hoje a população de Feira de Santana vem sofrendo com filas e dificuldade no agendamento por conta da alta demanda. Precisamos de mais postos de atendimento e estou certo de que o TRE se empenhará nisso, com a parceria do Governo do Estado”, considerou Angelo Almeida.

+ Não há comentários

Escreva o seu