Territórios de identidade representados na instauração da Frente Parlamentar


Mais de 200 militantes ligados ao movimento das pessoas com deficiência representando 13 de um total de 27 terrítórios de identidade participaram, nesta sexta-feira (09), da Sessão Especial de lançamento da Frente Paralamentar em Defesa dos Direitos e de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência da Bahia, na Assembleia Legislativa.

O proponente da sessão, deputado Angelo Almeida (PSB), comemorou a adesão das 44 entidades que compareceram ao evento representando 25 municípios baianos, a exemplo de Salvador e Região Metropolitana, Santo Antônio de Jesus, Paulo Afonso, Vitória da Conquista, Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória.

“Vinte e cinco municípios, de 13 territórios de identidade da Bahia, estiveram representados na sessão especial, esse é um dado muito positivo e que merece comemoração. Agora, a partir da instalação da Frente vamos construir o diálogo entre os diversos setores da sociedade, governo e organizações não governamentais, no sentido de ampliar ações e encurtar distâncias entre as instituições e os deficientes desasistidos das políticas públicas”, destacou o presidente do colegiado formado, também, pelas deputadas Fabíola Mansur, Mirela Macedo, Fátima Nunes e os deputados Manassés, Bobô e Bira Corôa.

O próximo passo, adianta Angelo Almeida, é reunir os membros da Frente Parlamentar para discutir como será a linha de trabalho, além de elaborar um requerimento com o objetivo de provocar, além do governo, as Voluntárias Sociais para que as políticas públicas possam ser ampliadas e direcionadas para pequenos e médios municípios do estado da Bahia.

+ Não há comentários

Escreva o seu